Viaje para Nova York com milhas

Publicado por Allan em 13 de novembro de 2012
aviao-tam


Muitas pessoas ainda duvidam da veracidade dos programas de milhagem das companhias aéreas. O que posso afirmar eh que embora a realidade seja diferente do que elas anunciam, é sim possível viajar para Nova York ou qualquer outro destino utilizando seus pontos de fidelidade.

Minha idéia nesse post foi a de compartilhar com vocês minha experiência de viagem para NY em Setembro de 2012 utilizando exclusivamente os pontos do meu cartão. O programa de fidelidade que utilizei foi o da TAM, que é gerido pela Multiplus Fidelidade.

TAM Fidelidade

Quantos pontos são necessários para viajar para os Estados Unidos com milhas?

A Star Alliance, grupo a que a TAM faz parte, eh quem define os pontos necessários por trecho. Eles praticam duas tabelas diferentes, uma para alta e outra para a baixa temporada. Na alta temporada são necessários no minimo 30.000 milhas por trecho. Já na baixa esse número cai para 20.000. A “sacanagem” toda é este número mínimo de milhas necessárias. Muitas vezes você liga pra lá e não encontra vôos com esses valores, somente opções bem acima disso. A primeira chateação é essa: ligar várias e várias vezes pra lá até conseguir comprar as passagens com milhas utilizando a pontuação mínima. No meu caso demorei uma semana para conseguir os bilhetes com antecedência de 1 mês. A dica aqui é fazer a consulta utilizando a central telefônica. Isso porque através do site, você consegue consultar apenas vôos da própria TAM, o que limita suas chances de sucesso pois exclui a possibilidade de conseguir vôos operados pelas companhias parceiras deles, que também fazem parte da Star Alliance.

Consigo vôos direto, sem escalas, do Brasil para Nova York?

Para quem mora em São Paulo ou no Rio de Janeiro e possível conseguir vôos sem escala. Como este não é o meu caso, minha experiência foi diferente. Na ida, meu percurso foi de BH para o Rio de TAM, Rio-Charlotte com a US Airways e por fim Charlotte-Nova York (aeroporto JFK) também com a US. Já na volta, fiz Miami-Rio, Rio-BH, ambos os trechos de TAM. Essa via-sacra foi o melhor que consegui,  otimizando o tempo de espera entre os voos e o tempo total de viagem. Minha dica é ligar insistentemente, dia após dia, para a central e monitorar a disponibilidade dos vôos.

Existe algum custo extra além dos pontos?

Aqui mora outra coisa que pouca gente sabe. Além do custo adicional de R$50,00 para emissão das passagens pela central de atendimento telefônico, você ainda tem que arcar com as taxas de aeroporto (aproximadamente R$200,00), algo que eles não anunciam, não é? O valor deve ser pago no cartão de crédito no momento da emissão.

Dicas para acumular mais pontos em seu cartão

Há 2 anos tomei duas decisões importantes neste sentido. A primeira foi trocar meu cartão de crédito por um que permitisse pontuar 1,5 pontos para cada dólar gasto ao invés de 1 ponto por dólar, como de costume. Atualmente meu cartão é o TAM Platinum. Mesmo com uma anuidade um pouco mais cara (a qual é possível conseguir um bom desconto negociando anualmente) além de pontuar 50% a mais, ele tem vários benefícios exclusivos para viagens pela companhia, como seguro grátis, embarque prioritário, etc. A segunda decisão foi centralizar todas as minhas despesas, de compras grandes à padaria, no cartão. A exceção de casos em que o estabelecimento oferece um bom desconto para o pagamento em dinheiro, TODAS as minhas despesas são pagas com o cartão. Além de um controle melhor das contas mensalmente, aumentei bastante os créditos adquiridos com isso.

E você? Já fez alguma viagem para os Estados Unidos utilizando algum programa de milhas? Compartilhe sua experiência com os usuários aqui do site através dos comentários abaixo.






Gostou deste Artigo? Divulgue-o!