Gorjetas (“Tips”) em Nova York

Publicado por allan em 30 de outubro de 2012
Gorjeta


Ao contrário do nosso costume no Brasil, dar gorjetas é uma prática comum nos Estados Unidos. De uma maneira geral, todos os prestadores de serviço como garçons, taxistas e camareiras esperam receber a “tip” após atendê-lo. Não dar gorjeta é visto como uma verdadeira afronta, uma falta de educação. Não é difícil imaginar que nós, brasileiros, temos fama lá de pão-duros e mal educados nesse sentido né?

Para você não passar por nenhuma situação constrangedora, recomendo adotar as seguintes práticas:

Taxistas

15% do valor total é o senso comum. Ou seja, se sua corrida deu $20,00, o esperado é que você dê $3,00 como gorjeta, totalizado $23,00. Não dar a gorjeta nesse caso pode lhe render até alguns xingamentos, visto que grande parte dos motoristas são imigrantes nada simpáticos ou polidos.

Hotéis

- Carregador de Malas
$1,00 por mala carregada. Se a pessoa for simpática e além de levar sua bagagem lhe ajudar respondendo dúvidas e explicando o funcionamento do hotel, recomendo dar a ela pelo menos $5,00, ainda que você não tenha 5 malas. Vale salientar que estes profissionais recebem um salário por hora bem abaixo do mínimo, já considerando que as gorjetas recebidas por um bom atendimento prestado responderão por boa parte de sua remuneração.

- Camareira
Acredito que $2,00 por dia de hospedagem seja adequado. Não é uma gorjeta indispensável como no caso dos demais prestadores, mas em minha opinião é de bom grado. Deixe o valor na mesinha todos os antes de sair.

- Serviço de Quarto
A exceção de resolução de problemas no seu quarto em que você não deve dar nada, dê de $1,00 a $2,00 dependendo da rapidez em que foi atendido.

Restaurantes

Ao contrário de alguns estabelecimentos brasileiros que, contrariando as nossas leis, incluem a gorjeta na conta, nos EUA isso nunca é feito. A exceção ocorre quando você está em um grupo com mais de 8 pessoas. Neste caso o valor da tip será calculado e discriminado na conta. Na dúvida, confira o papelzinho.

A prática é deixar de 15% (bom serviço) a 20% (serviço espetacular) do valor final da conta.

Atenção caso você for pagar a “dolorosa” e a tip utilizando cartão de crédito. Após receber a conta, entregue seu cartão ao garçom. Ele passará somente o valor final e o devolverá  junto ao recibo da operação para que você assine. No mesmo papel haverão dois campos na parte inferior: um denominado TIP (em alguns lugares GRATUITY) e outro total. Preencha a caneta o primeiro com o quanto deseja dar de gorjeta e o segundo com a soma total (conta + gorjeta). Assine e deixe o recibo sobre a mesa ou entregue-o ao garçom  Depois que você for embora ele voltará ao computador e fechará a conta contabilizando sua gorjeta, sem a necessidade de passar novamente seu cartão. O procedimento pode parecer estranho mas funciona assim mesmo.

Em cafeterias e lanchonetes fast-food as gorjetas não são necessárias. Quando você receber o recibo, risque o espaço destinado à gorjeta evitando que um funcionário de má índole escreva algo por você e debite algo a mais em seu cartão sem a sua autorização.

Outras Dicas

Outros profissionais sempre vão esperar pelas gorjetas: entregadores de pizza, carregadores de malas em aeroportos, manobristas, etc . Seria inviável detalhar aqui o valor esperado por cada um deles, mas dar $1,00 a $2,00 sempre é uma boa prática.

Para finalizar, recomendo que você reserve um valor em sua planilha de viagem para Nova York destinado as “famosas” gorjetas, deixando seu orçamento mais próximo do real.






Gostou deste Artigo? Divulgue-o!