Charging Bull – O Touro da Bolsa de Valores de NY

Publicado por allan em 26 de outubro de 2012
Charging Bull


O Charging Bull é atração imperdível para aqueles que operam ou acompanham o mercado de ações. Para as outras pessoas que não sabem nem ao certo o que é uma bolsa de valores a visita tem outro excelente fator motivacional: segundo a crença popular, esfregar o chifre, o focinho e “as bolas” do bichão atrai sorte e dinheiro!

Allan no Touro da Bolsa de NY

Garantindo minha sorte junto ao touro
por: Annabelle Gifford

Essa escultura gigante de bronze representa o “bull market”, ou seja, o mercado em tendência de alta com o preço das ações subindo de forma generalizada. Mas qual a lógica? Essa representação vem da idéia conhecida na bolsa como a briga entre o touro e o urso. Enquanto o touro ataca fazendo um movimento com a cabeça de baixo para cima, representando a subida das ações, o urso retruca com a patada, um movimento de cima para baixo que representa a queda das ações, movimentos que acontecem o tempo inteiro no mercado.

O “animal” pesa cerca de 3,5 toneladas e foi criado pelo artista Arturo di Modica em 1989. Arturo instalou o touro em frente à NYSE (bolsa de valores de Nova York) sem autorização da prefeitura, deixando-o no local como um presente de Natal para a cidade e para o mundo. No dia seguinte, a obra foi notícia em vários países e atraiu uma multidão de curiosos querendo ver a escultura misteriosa que ninguém naquele momento sabia nem como nem de onde havia surgido.  O monumento foi então removido pela NYSE no final daquele dia, mas ganhou sua casa permanente ali pertinho, no Bowling Green e hoje atrai milhões de turistas, além de ser um talismã para os operadores de Wall Street.

Localização

Em frente ao Bowling Green – 26 Broadway (Financial District)
Dica: O touro pode ser visitado no dia que você planejar seu passeio por Wall Street, pois está ali do lado.

Saiba Mais

Conheça mais sobre o artista Arturo di Modica e sobre a escultura no site oficial do Charging Bull.






Gostou deste Artigo? Divulgue-o!